Asaas, PagSeguro, Hotmart, Eduzz ou Monetizze, qual plataforma utilizar?

Asaas, PagSeguro, Hotmart, Eduzz ou Monetizze, qual plataforma utilizar?

Está com dúvidas de qual meio de pagamento utilizar em sua escola de cursos online?

O Maestrus possui integração com diversas plataformas de pagamento, cada uma tem suas vantagens e desvantagens, além de características que podem ser essencial para o seu projeto.

Nesse artigo vamos lhe ajudar a escolher a melhor opção para você vender cursos online em sua plataforma de EAD.

Modelo de negócio em venda de cursos

No Maestrus, você precisará escolher um único meio de pagamento padrão para o Maestrus baseado em seu modelo de negócio.

Temos como meios de pagamentos padrão o Asaas e o Pagseguro, após a configuração da nossa integração você já pode começar a vender, sem precisar criar produtos digitais externos, nem precisar de aprovação para cada novo lançamento.

Checkout transparente, Assinaturas e Carrinho de Compras

Checkout transparente

Criamos um checkout dentro do Maestrus para aumentar a conversão das suas vendas, o nosso checkout transparente funciona atualmente apenas com o Asaas.

Escolha: Asaas

Assinaturas

Se você quiser vender no modelo de assinaturas (cobranças recorrentes somente por cartão de crédito e boleto bancário) você precisará escolher o Asaas. Você poderá configurar os seguintes períodos de cobrança:

  • Semanal
  • Mensal
  • Trimestral
  • Semestral
  • Anual

Escolha: Asaas

Carrinho de Compras

Usado principalmente em portais de cursos, também chamado de “cursos de prateleira”, o uso de carrinho de compras pode ser o mais adequado para esse modelo de negócio.

O nosso meio de pagamento com carrinho de compras é o Pagseguro.

Escolha: Pagseguro

Além do carrinho de compras, temos também o recurso de Combos de Cursos, ele pode ser usado no Asaas e no Pagseguro.

Meios de Pagamentos padrões

Você poderá escolher o Asaas ou o Pagseguro para meios de pagamentos automatizados, sem necessidade de criação de produtos externamente ao Maestrus.

Asaas

O Asaas é a nossa integração com a menor taxa, depois de mais de 2 anos buscando um parceiro com menores taxas e maiores conversões, o Maestrus fechou a parceria com o Asaas e conseguiu um descontão para nossos clientes:

Além do descontão nas taxas de recebimento, conseguimos também o valor de R$ 0,75 por nota fiscal emitida, serviço opcional.

Somente utilizando o Asaas você conseguirá receber por assinaturas no cartão de crédito e boleto (venda recorrente) e utilizará nosso checkout transparente.

Confira aqui todas as informações da nossa parceria com o Asaas.

PagSeguro

Tanto o Asaas, quanto o PagSeguro, você não precisa criar o produto no sistema deles para poder vender, basta utilizar a integração com o Maestrus.

Como vantagem o Pagseguro se destaca pela popularidade no Brasil e recebimento em até 2 dias, mediante a envio de documentos. (o Asaas também oferece antecipação)

O Pagseguro cobra R$ 0,40 + 3,99%  por transação e você pode receber em até 2 dias. No PagSeguro ainda é possível escolher se cobrará juros, ou não, dos seus alunos.

Essa é nossa única integração com carrinho de compras (mais de um produto no checkout).

Para saber mais sobre outras taxas e informações, acesse aqui.

Marketplace, Afiliados e Split de Pagamentos

Nas plataformas como o Eduzz, Monetizze ou Hotmart a integração com o Maestrus é um pouco diferente, após criar o seu curso no Maestrus, você deverá criá-lo também na plataforma escolhida, pois elas não permitem a mesma integração que o Asaas e o PagSeguro oferecem.

Essas 3 plataformas são mais indicadas para quem precisa criar um programa de afiliados, em que seus professores ou parceiros de trabalho consigam ser identificados para o pagamento de comissões, com split de pagamentos automáticos na hora da aprovação dos pagamentos dos alunos.

No Maestrus não é possível comercializar produtos dessas plataformas, apenas vender seus próprios cursos ou cursos em parcerias, que estão cadastrado dentro da nossa plataforma.

Hotmart

O Hotmart foi uma das primeiras plataformas a  permitir a venda de produtos digitais de forma simples unindo a um marketplace de afiliados, por isso ela é a mais popular.

A sua maior vantagem é ter uma imensa rede de afiliados, provavelmente a maior do país em vendas de produtos digitais. Assim como o Pagseguro, tem a vantagem de se o mais popular no seguimento.

Com uma interface amigável e líder de mercado, o Hotmart é a melhor opção para quem está começando.

Taxas de R$ 1,00 + 9,90 por venda, com preço superior a R$ 10.

Eduzz

Uma das ferramentas mais populares no Eduzz é o ‘Funil Infinito’, que é uma ferramenta que facilita para que os afiliados não percam suas comissões com o tempo. O vendedor tem total controle dos e-mails para direcionar as comissões posteriormente.

Ou seja, mesmo que o cliente não feche a venda agora, irá retornar para o seu afiliado quando ele fechar.

A Eduzz tem uma boa ferramenta de recuperação de vendas e tem opção de recebimento antecipado em até 2 dias.

Com uma boa estratégia de recuperação de venda e a menor taxa no segumento, a Eduzz é bastante escolhida pelos nossos clientes que querem split de pagamentos usando o Maestrus.

Taxa sobre a venda direto do produtor: 4,90% + R$ 1,00 para cada transação.

Taxa sobre a venda do produto através de Afiliado: 8,90% + R$ 1,00 para cada transação.

Para mais informações Confira Aqui!

Monetizze

Assim como o Eduzz, o  Monetizze não deixa que o afiliado perca suas vendas, mesmo que se passem meses após o lead te procurar pela primeira vez.

Entre os três, a Monetizze é a mais recente, com foco em conversão e atendimento superior as suas concorrentes.

Taxas de 9,9% + R$1,00 por venda realizada.

Para mais informações Confira Aqui!

As plataformas ainda se reservam ao direito de cobrar taxa administrativa para retiradas antecipadas e a cobrar valores diferenciados para diversos tipos de pagamento (boleto, cartão crédito, débito), assim como taxas de antecipação.

Os valores foram atualizados em maio de 2019, podendo haver mudanças em suas plataformas.

Para tutoriais de como fazer a integração das plataformas, acesse o AJUDA.MAESTRUS.COM 

Lançar o curso sozinho ou contratar alguém?

Lançar o curso sozinho ou contratar alguém?

E aí, infoprodutor, curso pronto, mas e agora?

Aquele momento que você precisa parar e pensar o que fazer com seu infoproduto: Meter a cara, se dedicar e fazer tudo sozinho, ou buscar contratar alguém que possa te ajudar nessa parte?

Tem dois lados nesta moeda, não é complicado como dizem, nem tão fácil quanto o carinha que está te vendendo curso, quer que você acredite.

Fazer sozinho, vai exigir disciplina, tempo (você tem muita coisa para estudar, acredite), e será preciso ter um grande carinho por marketing digital.

Se você preencher esses requisitos, maravilha, se não preencher, sinto muito, mas você não é apto para fazer as coisas sem ajuda.

Contratar alguém vai exigir mais recursos (grana, dinheiro, bufunfa), também exige um grau de confiança em quem você contratar e entendimento de que economizar na pessoa que você vai colocar pra tomar conta do seu marketing, é uma decisão muito, mas muito ingênua.

Se preocupem com resultados que podem ser atingidos, cuidado com gente que só diz ser do marketing digital e acaba cobrando valores atraentes mas que não trazem resultados para a sua empresa.

Não faz sentido contratar alguém competente para depois lhe dizer o que fazer.

Então deixe o trabalho ser feito, não exija milagres, mensurar os resultados e entenda que a agência ou profissional envolvido é seu parceiro.

A resposta curta e grossa é:

  • Se você tem tempo livre e vontade de se especializar em marketing digital, faça os cursos e faça você mesmo.
  • Se você pode pagar, coloque na mão de profissionais que sabem o que estão fazendo e se concentre em ser professor e empreendedor.

Não há resposta certa ou errada, há a melhor resposta para cada pessoa.

Tire um momento de reflexão, o que é mais importante pra você?

Tempo ou dinheiro? 🤔

EAD, mercado que surpreende

EAD, mercado que surpreende

Sabe aqueles cursos por correspondência antigos, que talvez sua avó já tenha feito?

Pois é!

Podemos dizer que esse formato foi como o pioneiro do EAD no Brasil.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, fez uma pesquisa onde sugere que até mesmo antes de 1900 no Rio de Janeiro, já era possível ver propagandas de cursos profissionalizantes por correspondência. 

                                                                   (Propaganda de um curso na década de 1940)

Ganhando popularidade nas rádios, foi também aumentando seu alcance nos anos 40. Nos anos 80, trouxe uma movimentação intensa na área.

Ao passar dos anos, com todos os avanços, hoje o EAD continua em franca expansão no Brasil, sendo extremamente vasta as possibilidades de nichos para se investir.

De acordo com o Censo da Educação Superior, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Educação a distância cresceu 17,6% em 2017; maior salto desde 2008.

Estima-se um crescimento notável para as os resultados das pesquisas em 2018.

Então, temos dados que mostram que é um mercado que realmente ganhou espaço e cresce exponencialmente a cada ano.

Nos cursos de EAD, mesmo o público sendo bastante diverso, a realidade no geral, é que são pessoas que buscam se capacitar de alguma forma, buscam de um jeito mais personalizado, o que de fato desejam aprender.

Isso, de maneira mais econômica, flexível e cômoda.

Existem alguns fatores que influenciaram diretamente nesse crescimento, que foi a diminuição da desconfiança.

Antes, era fortemente defendido que cursos a distância não tem a mesma qualidade, ou que seus diplomas e certificados tem menos importância.

Só que isso é um grande equívoco, e hoje já não se fala mais nisso, pelo contrário, tem-se grandes nomes no meio e extensos fatos que afirmam sua posição de qualidade no mercado.

O fator “economia”, ainda mais aqui no Brasil, é um grande diferencial.

Se puser na balança, uma mensalidade de um curso a distância pode ser até 60% mais econômica que o mesmo curso presencial.

Afinal, todos os gastos feitos tem de entrar na conta.
Seja ele financeiro ou físico…
Se for pegar transporte, gastar gasolina, comer na rua. Pegar horas de trânsito, ou algum outro acontecimento, como uma tempestade, nada disso entra na lista do EAD.


E o fator tempo?


O EAD te possibilita flexibilidade. Poder fazer seus próprios horários, na comodidade da sua casa, enquanto aproveita uma pausa do trabalho. Isso agrega muito ao funcionamento e produtividade do dia-a-dia.

E essas 2 listas acima, aplicam-se tanto ao aluno, como ao infoprodutor.

E falando nisso…

Mercado EAD, esse tão vasto e vantajoso universo empreendedor.

Falamos sobre quem busca os cursos, que são parte expressiva nesses números do CENSO sobre o Mercado EAD, mas parte deles se deve ao INFOPRODUTOR.

Juntamente com o crescimento de adeptos do EAD, vem a grande quantidade de cursos disponíveis, e encontra-se mais e mais nichos para investir e lançar novos infoprodutos.

Sim, uma grande oportunidade para o pequeno produtor de conteúdo, educadores, quem já tenha familiaridade com o meio.

E claro que não apenas para eles!

Quem tem bastante conhecimento sobre um assunto,  deseja investir nesse mercado tão lucrativo, é só buscar o caminho, informe-se.

Pode ser qualquer área.
Busque se atualizar e se informar sobre o nicho que deseja, e prepare-se para começar a preparar seu curso.

Você infoprodutor, que deseja empreender no mercado da educação a distância, tem razora mde sobra para trilhar seu caminho com orgulho.

Veja, ao mesmo tempo, você alcança o seu objetivo em ser bem sucedido, e vai auxiliando pessoas a alcançarem os delas!

Hoje, o mercado EAD, aponta dados que definem bem para quem deseja embarcar nele, que é um momento excelente para isso.

Sendo ele, um mercado tão diverso, existem diferentes maneiras de se tornar profissional da área.

Quem já é do ramo dos educadores, tem mais facilidade em empreender com EAD, mas não quer dizer que seja algo assim, tão simples.

Estar acostumado a aulas  presenciais, não quer dizer estar totalmente pronto para produzir seu conteúdo online.

O processo é diferente na educação online, e é preciso manter isso em mente durante todo o processo.

A objetividade é um forte fator que diferencia um do outro.
Você precisa se atualizar, e na hora de gravar.

Sempre ter seus conteúdos bem estruturados, objetivos, focados e direto ao assunto que estiver abordando.

O tempo de aula também muda.

Com o ideal de aulas de 30 a 20 min, ou menos, com divisões por temas, vai na contramão da presencial, que em média, são 50 min.

Enfim, são só alguns detalhes que mostram a diferença da vídeo-aula para a aula presencial, para quem já é do ramo.

Mas se o caso e outro, e você esteja começando agora, ainda buscando trabalhar usando alguma expertise sua, dando seus primeiros passos… 

O Foco é o mesmo, no geral.

Se atualizar, conhecer seu público, produzir um conteúdo que traga algo que agregue ao seu nicho.

Tenha um diferencial.

Como um mercado vasto, a concorrência não poderia ser diferente.

A hora de empreender e lançar aquele curso que você tanto planeja, é agora, o mercado está mais quente que nunca.

Prepare-se para o sucesso e boas aulas!

O mercado milionário dos cursos online

O mercado milionário dos cursos online

Se por um lado há milhões de pessoas conectadas a comunicadores, educadores, professores e palestrantes, por outro, ainda há milhares descobrindo todos os dias a POSSIBILIDADE da educação através da internet.

Então o mercado cresce na proporção de alunos potenciais, com mais velocidade que do que os próprios professores conseguem se adaptar a esse novo formato.

OS PROFESSORES ESTÃO NO PODER, MAS AINDA NÃO SABEM DISSO!

Alguns olham para os cursos online como uma AMEAÇA ao seu emprego. Quando na verdade é uma LIBERTAÇÃO de instituições de ensino que ficam com a maior parte dos lucros.

Não estou dizendo que esse mercado substitui as instituições, mas sem dúvida dá escolha para o professor de ter o seu CONTEÚDO onde ele quiser, dentro ou fora de uma instituição. A possibilidade de espalharconhecimento para todo o Brasil, as chances de transformar qualquer coisa em um INFOPRODUTO, é mágico.

Enquanto alguns olham com nojo para esse MERCADO, outros exploram ganhos inacreditáveis. Mas até que a mentalidade mude, quem entrou no mercado comemora a gorda fatia que esse bolo deixa pra eles.

A tendência da EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, se espalhou rapidamente, mas seu potencial se expandiu da mesma forma. Caso o professor não queira se envolver com a estratégia de vendas do curso, há diversas opções.

AFILIADOS

Vendedores de cursos online que podem vender seu curso por uma comissão.

CO-PRODUTORES

Especialistas de vendas online que podem ser sócios do produto digital, fazendo a parte técnica das estratégias de vendas.

AGÊNCIAS DE MARKETING DIGITAL

Por um pagamento pré acordado, cuidam dos trâmites de vendas online, deixando o professor focado apenas em conteúdo e suporte.

Não há resposta errada, encontre o CAMINHO que te deixar mais confortável se você está entrando nesse ramo. Ter um curso online é ter uma empresa de educação, a atenção a esse modelo de negócio não é diferente de abrir qualquer outra EMPRESA.

Então, atualize-se, não perca essa oportunidade que está ALAVANCANDO GANHOS de muitos educadores!

Chatbot no Facebook – o Bot Messenger vale a pena?

Chatbot no Facebook – o Bot Messenger vale a pena?

A resposta é rápida, SIMO motivo?

Taxa de abertura, oportunidade de fluxograma de respostas, envio de mídia imensamente superior, a lista não para…

Existem algumas plataformas para usar essa ferramenta, a nossa escolha foi o MANYCHAT, mas como usar o Bot?A relação é bem diferente, os textos precisam ser curtos e objetivos, o envio semanal pode se tornar incômodo.

Faz mais sentido programar ciclos de interação, do que gerar algo intensamente contínuo. Uma INTERAÇÃO quinzenal ou decazenal também pode ser útil se houver necessidade de algo contínuo.

O Bot permite a geração de botões, que levam a caminhos diferentes, então funciona com uma conversa de respostas pré-programadas, então ter atenção ao FLUXO DE DIÁLOGO é essencial. Mas o destaque fica na possibilidade de criar listas de leads, sem precisar de uma  página de captura, com apenas um clique, a magia da captura e da entrega de uma recompensa acontece.

A velocidade de entrega do BROADCAST, a fluidez de organização das sequências, tudo leva em direção a uma ferramenta muito poderosa.

A PLATAFORMA de nossa escolha, tem planos com valores amigáveis e de acordo com seu número de inscritos no bot.

Mas você pode conhecer outros caminhos para o BOT MESSENGER em outras plataformas, bem como usar o plano gratuito do MANYCHAT para seus primeiros testes. De qualquer forma os resultados são bem EXPRESSIVOS comparados ao email marketing. Ainda mais considerando que existem nichos cujo lead sequer tem hábito de abrir os e-mails.

Em um futuro utópico podemos ver os bots interagindo não só com mensageiros, mas também com os próprios assistentes virtuais já inclusos no sistema.” – (Canaltech)

Com a chegada do WhatsApp Business, ficam as especulações de quando vai chegar a vez do WhatsApp ceder ao poder do Bot.

Será que podemos sonhar com isso nos próximos anos?

Facebook Ads ou Google Ads – qual é o melhor investimento para cursos online?

Facebook Ads ou Google Ads – qual é o melhor investimento para cursos online?

Não é que eu sou tão esperto, é que apenas eu fico com os problemas por mais tempo. (Albert Einstein)

Ao que, essa frase do nosso gênio te remete?

Para mim, ela fala sobre avaliar bem os prós e contras em nosso vida, seja no âmbito PESSOAL ou no PROFISSIONAL, o que nos trás a um tópico que é questão de muitos, qual será o melhor a se investir na hora de se ter o retorno que esperado?

Não há dúvidas de que investir em mídia online é uma excelente ESTRATÉGIA para acelerar os resultados de marketing digital, voltado ao foco que você deseja, por exemplo; cursos online. Por este motivo, muitos empreendedores buscam cada vez mais os anúncios digitais para POTENCIALIZAR os seus ganhos em um curto espaço de tempo.

Atualmente, existem muitas opções disponíveis no mercado e a grande questão é qual escolher, Google Ads ou Facebook Ads?

O antigo “Adwords”, atualmente, apenas “Ads”, é uma solução de publicidade em que o Google possibilita anunciar nos links patrocinados, ou seja, fazer com que o site tenha destaque na primeira página do Google e acima dos RESULTADOS orgânicos. A cobrança da exibição dos anúncios só acontece quando um consumidor clica na publicidade. É o chamado CPC (Custo Por Clique).

Para definir se o anúncio será exibido e em qual posição, o Google realiza uma espécie de leilão. Porém, nem sempre a empresa que possui o maior lance ganha. Além do valor disponível para investir, a qualidade do anúncio é um dos fatores mais IMPORTANTES para a plataforma. Por isso, é fundamental investir em anúncios relevantes que contenham a palavra-chave buscada pelo público. A relevância do texto do anúncio deve ser congruente com a pesquisa do público.

Um lado bom em INVESTIR no Google Ads, é que grande parte do público que busca por um produto ou serviço no Google, já tem a intenção de analisar as opções disponíveis para a compra. Dessa forma, a empresa consegue aumentar consideravelmente as suas possibilidades de gerar negócios, pois atingirá leads que estão no momento certo de compra.

O que podemos considerar como uma das possíveis desvantagens do Google Ads, é o alto nível de CONCORRÊNCIA. Diariamente, milhões de pessoas utilizam o Google como fonte de pesquisa sobre várias informações. Por isso, cada vez mais empresas desejam estar em total destaque para alcançar o seu público.

Consequentemente, a concorrência aumenta de forma exponencial e para se destacar é necessário ter uma ESTRATÉGIA PODEROSA. Além disso, a ferramenta não permite a segmentação para todas as fases do funil.

Então, para ALCANÇAR diretamente os usuários que ainda não conhecem a marca, ou querem saber mais, é preciso ser multicanal, e isso trás a necessidade de não centralizar todo o investimento somente no Google Ads.

Quando for PLANEJAR suas ações de marketing digital, não deixe de considerar outras soluções de Ads, como a rede de display e o YouTube Ads, por exemplo, que permitem atuar de forma estratégica nos vários pontos de contato que seu público está, chegando assim, a vários usuários em diferentes fases.

Fazer, todos os dias, as mesmas coisas e esperar resultados diferentes é a maior prova de insanidade.”

(Albert Einstein)

Olha o gênio nos falando o que todos deveríamos saber…

Repetir uma ESTRATÉGIA, mesmo sabendo que difere do resultado que você almeja, não é inteligente. E aqui, completamos a informação sobre qual melhor caminho a seguir para alcançar sua meta.

Estamos trazendo um debate que sempre deixa em dúvida quem deseja investir em Marketing Digital. Como sabemos, o MERCADO ONLINE, está continuamente em franca expansão, e que hoje, temos formas de divulgar nossos produtos com um alcance e qualidade extraordinários usando a internet.

E quando falamos do Facebook Ads?

Todo o conteúdo é cada vez mais intenso dentro do Facebook e para trazer uma melhor experiência ao usuário, a rede criou um algoritmo. Esse robô chamado EDGERANK é responsável por filtrar as publicações que devem ser exibidas em todos os feed de notícias, baseado diretamente em interações com amigos e marcas.

Assim, o alcance orgânico das empresas foi acometido de uma grande queda, ou seja, para alcançar pessoas com as publicações de forma gratuita, exige muito mais conhecimento e não é tão facilmente feito. Mas de fato, para usufruir de RESULTADOS mais rápidos, é preciso investir na plataforma de publicidade: o Facebook Ads.

Uma das vantagens de se anunciar no Facebook Ads é a segmentação criteriosa e a possibilidade de ser bem ASSERTIVA. Lá, existem muitos recursos avançados que devem ser utilizados para aumentar o ROI (Retorno De Investimento) das campanhas. Há a possibilidade de subir com uma lista de e-mails, por exemplo, para que o Facebook encontre essas pessoas e exiba o ANÚNCIO apenas para elas.  

Também é possível criar anúncios para as pessoas que visitaram o site recentemente ou até mesmo para os CONSUMIDORES que fazem aniversário nos próximos dias. São bem amplas as opções.

Totalmente na contramão do que ocorre com o bom e velho marketing tradicional, no AMBIENTE ONLINE o custo das ações pode ser bem mais acessível. No caso do Facebook, é possível criar anúncios investindo somente com R$ 5,00 por dia. Também dá para segmentar consumidores que ainda não estão na fase da decisão de compra.

Outra boa em investir nessa opção, é a OPORTUNIDADE que a empresa tem de gerar leads dentro do Facebook.

Com o formato “geração de cadastro” é possível disponibilizar um material rico (e-book, infográfico etc.) para as pessoas baixarem e enviarem os seus CONTATOS com apenas alguns cliques, sem precisarem sair da rede e ir para uma página de captura preencher um formulário enorme, o que às vezes, custa aquele lead que poderia por exemplo, se tornar um aluno em POTENCIAL, mas por ter tantas camadas serem alcançadas, pode vir a desistir.

Um dos principais erros de quem investe muito no Facebook Ads, é focar apenas na rede social e abandonar os canais da marca. O site, é um exemplo de um ativo IMPORTANTE que precisa ser bem cuidado e minuciosamente monitorado com frequência. Mais importante do que ter audiência no Facebook, é direcioná-la para a “casa própria”.

Então, melhor é escolher formatos de anúncios que gerem TRÁFEGO para o site e não apenas curtidas para a página. Contudo, deve-se lembrar, que o número de concorrência entre as marcas dentro da rede é cada vez maior. E no Facebook Ads não dá para mostrar os anúncios de acordo com as palavras-chave digitadas pelo usuário, o que, impossibilita IDENTIFICAR o interesse do público.

Então, caro amigo, para captar a atenção do seu público é necessário ter ainda mais RELEVÂNCIA e uma SEGMENTAÇÃO bem atenciosa.
O fato é que ambas as possibilidades, Google Ads e Facebook Ads, são bem eficientes, mas agem em estágios diferentes da JORNADA DE COMPRA.

Portanto, o recomendado é unir as duas estratégias para garantir que o público seja ALCANÇADO em todas as fase que ele estiver, antes da tão desejada compra.

Ao planejar suas ações de marketing digital, não deixe de ponderar, junto a sua equipe, outras soluções de Ads.

OBSERVE e veja todas as possibilidades como Facebook, o Google, e todas as opções dentro dele, como a rede de display e o YouTube Ads, por exemplo, que possibilita atuar de forma estratégica em todos os pontos de contato que o consumidor está, alcançando seu público em diferentes fases.

E aí, conseguiu ver qual se encaixa melhor ao seu modelo de negócio, ou será que não é bom avaliar e ter em mente que abranger sua rede de POSSIBILIDADES de retorno pode ser um bom investimento?