O poder do áudio no Marketing Digital

O poder do áudio no Marketing Digital

Existe uma razão para o poder do áudio no marketing digital estar se expandindo.

As pessoas estão sem tempo, e isso está abrindo uma brecha no marketing para o poder do áudio.

Podcast, palestras, uma simples gravação de áudio pode facilitar acesso ao seu conteúdo mais denso.

Escutar você no smartphone enquanto está andando na rua ou fazendo outra coisa, pode ajudar seu futuro aluno/cliente a se conectar com você.

Nem todo mundo pode parar 1 hora para ver uma Live sua, mas fica fácil fazer isso se há o áudio para escutar.

Tem vários aplicativos no mercado, que trazem essa possibilidade de otimizar tempo, e tornar alguns momentos mais produtivos.

Vou citar 3 que são ótimos em suas propostas, mas as possibilidades são muito vastas.

Basta dar uma pesquisada que irá encontrar o que mais encaixa no seu perfil.

Apps ótimos para conhecer mais desse vasto mercado de audio.

UBOOK – O Ubook reina como um dos maiores serviços em dispositivos móveis, sendo um dos melhores aplicativos para áudio livros na web.

Seu acervo conta com mais de 100.000 obras, contando livros, revistas e podcasts.

O serviço conta com um plano de assinatura mensal, mas permite escutar seus livros offline.

O Ubook pode ser usado tanto no Android quanto no iPhone.

CASTBOX – O Castbox é uma plataforma de podcast que possui versão web e aplicativos para Android e iPhone (iiOS)

Ele localiza, baixa e organiza os principais podcasts do Brasil, para que o usuário possa ouvir offline, sem restrições.

Com ele, é possível assinar qualquer podcast ou baixar episódios isolados para ouvir quando quiser.

O app é gratuito, mas cobra um pequeno valor para retirar os anúncios.

AUDIOBOOK PLAYER – Um reprodutor de audiolivros grátis e sem anúncios! Audiobook Player também serve apenas para tocar audiolivros em seu Android.

O app conta com diversas funções para controlar o ritmo da leitura, inclusive possibilitando que o livro retorne 3 segundos depois de tirar a pausa, por exemplo.

Outra função interessante é poder configurar a capa de um livro que esteja ouvindo como a tela de bloqueio do celular.

Fontes: apptuts.com.br / techtudo.com.br

E a busca por essa forma de otimizar tempo e buscar produtividade, aumenta a cada dia.

Esse é um mercado que aumenta suas oportunidades de trazer mais autoridade para sua marca, seu nome, e expande suas chances de faturamento.

Isso já aconteceu no mundo e a tendência é crescer mais no Brasil.

Sem contar que palestras são ótimas para criar conteúdos de recompensas/iscas digitais, rapidamente.

No Brasil dá pra ver o crescimento do mercado de audiolivros e a manifestação de produção de podcast, que mesmo que timidamente, vão se multiplicando.

E já tem grande produtor chegando com podcast em plataforma de streaming por aí…

Fica de olho. 😉

Chatbot no Facebook – o Bot Messenger vale a pena?

Chatbot no Facebook – o Bot Messenger vale a pena?

A resposta é rápida, SIMO motivo?

Taxa de abertura, oportunidade de fluxograma de respostas, envio de mídia imensamente superior, a lista não para…

Existem algumas plataformas para usar essa ferramenta, a nossa escolha foi o MANYCHAT, mas como usar o Bot?A relação é bem diferente, os textos precisam ser curtos e objetivos, o envio semanal pode se tornar incômodo.

Faz mais sentido programar ciclos de interação, do que gerar algo intensamente contínuo. Uma INTERAÇÃO quinzenal ou decazenal também pode ser útil se houver necessidade de algo contínuo.

O Bot permite a geração de botões, que levam a caminhos diferentes, então funciona com uma conversa de respostas pré-programadas, então ter atenção ao FLUXO DE DIÁLOGO é essencial. Mas o destaque fica na possibilidade de criar listas de leads, sem precisar de uma  página de captura, com apenas um clique, a magia da captura e da entrega de uma recompensa acontece.

A velocidade de entrega do BROADCAST, a fluidez de organização das sequências, tudo leva em direção a uma ferramenta muito poderosa.

A PLATAFORMA de nossa escolha, tem planos com valores amigáveis e de acordo com seu número de inscritos no bot.

Mas você pode conhecer outros caminhos para o BOT MESSENGER em outras plataformas, bem como usar o plano gratuito do MANYCHAT para seus primeiros testes. De qualquer forma os resultados são bem EXPRESSIVOS comparados ao email marketing. Ainda mais considerando que existem nichos cujo lead sequer tem hábito de abrir os e-mails.

Em um futuro utópico podemos ver os bots interagindo não só com mensageiros, mas também com os próprios assistentes virtuais já inclusos no sistema.” – (Canaltech)

Com a chegada do WhatsApp Business, ficam as especulações de quando vai chegar a vez do WhatsApp ceder ao poder do Bot.

Será que podemos sonhar com isso nos próximos anos?

Facebook Ads ou Google Ads – qual é o melhor investimento para cursos online?

Facebook Ads ou Google Ads – qual é o melhor investimento para cursos online?

Não é que eu sou tão esperto, é que apenas eu fico com os problemas por mais tempo. (Albert Einstein)

Ao que, essa frase do nosso gênio te remete?

Para mim, ela fala sobre avaliar bem os prós e contras em nosso vida, seja no âmbito PESSOAL ou no PROFISSIONAL, o que nos trás a um tópico que é questão de muitos, qual será o melhor a se investir na hora de se ter o retorno que esperado?

Não há dúvidas de que investir em mídia online é uma excelente ESTRATÉGIA para acelerar os resultados de marketing digital, voltado ao foco que você deseja, por exemplo; cursos online. Por este motivo, muitos empreendedores buscam cada vez mais os anúncios digitais para POTENCIALIZAR os seus ganhos em um curto espaço de tempo.

Atualmente, existem muitas opções disponíveis no mercado e a grande questão é qual escolher, Google Ads ou Facebook Ads?

O antigo “Adwords”, atualmente, apenas “Ads”, é uma solução de publicidade em que o Google possibilita anunciar nos links patrocinados, ou seja, fazer com que o site tenha destaque na primeira página do Google e acima dos RESULTADOS orgânicos. A cobrança da exibição dos anúncios só acontece quando um consumidor clica na publicidade. É o chamado CPC (Custo Por Clique).

Para definir se o anúncio será exibido e em qual posição, o Google realiza uma espécie de leilão. Porém, nem sempre a empresa que possui o maior lance ganha. Além do valor disponível para investir, a qualidade do anúncio é um dos fatores mais IMPORTANTES para a plataforma. Por isso, é fundamental investir em anúncios relevantes que contenham a palavra-chave buscada pelo público. A relevância do texto do anúncio deve ser congruente com a pesquisa do público.

Um lado bom em INVESTIR no Google Ads, é que grande parte do público que busca por um produto ou serviço no Google, já tem a intenção de analisar as opções disponíveis para a compra. Dessa forma, a empresa consegue aumentar consideravelmente as suas possibilidades de gerar negócios, pois atingirá leads que estão no momento certo de compra.

O que podemos considerar como uma das possíveis desvantagens do Google Ads, é o alto nível de CONCORRÊNCIA. Diariamente, milhões de pessoas utilizam o Google como fonte de pesquisa sobre várias informações. Por isso, cada vez mais empresas desejam estar em total destaque para alcançar o seu público.

Consequentemente, a concorrência aumenta de forma exponencial e para se destacar é necessário ter uma ESTRATÉGIA PODEROSA. Além disso, a ferramenta não permite a segmentação para todas as fases do funil.

Então, para ALCANÇAR diretamente os usuários que ainda não conhecem a marca, ou querem saber mais, é preciso ser multicanal, e isso trás a necessidade de não centralizar todo o investimento somente no Google Ads.

Quando for PLANEJAR suas ações de marketing digital, não deixe de considerar outras soluções de Ads, como a rede de display e o YouTube Ads, por exemplo, que permitem atuar de forma estratégica nos vários pontos de contato que seu público está, chegando assim, a vários usuários em diferentes fases.

Fazer, todos os dias, as mesmas coisas e esperar resultados diferentes é a maior prova de insanidade.”

(Albert Einstein)

Olha o gênio nos falando o que todos deveríamos saber…

Repetir uma ESTRATÉGIA, mesmo sabendo que difere do resultado que você almeja, não é inteligente. E aqui, completamos a informação sobre qual melhor caminho a seguir para alcançar sua meta.

Estamos trazendo um debate que sempre deixa em dúvida quem deseja investir em Marketing Digital. Como sabemos, o MERCADO ONLINE, está continuamente em franca expansão, e que hoje, temos formas de divulgar nossos produtos com um alcance e qualidade extraordinários usando a internet.

E quando falamos do Facebook Ads?

Todo o conteúdo é cada vez mais intenso dentro do Facebook e para trazer uma melhor experiência ao usuário, a rede criou um algoritmo. Esse robô chamado EDGERANK é responsável por filtrar as publicações que devem ser exibidas em todos os feed de notícias, baseado diretamente em interações com amigos e marcas.

Assim, o alcance orgânico das empresas foi acometido de uma grande queda, ou seja, para alcançar pessoas com as publicações de forma gratuita, exige muito mais conhecimento e não é tão facilmente feito. Mas de fato, para usufruir de RESULTADOS mais rápidos, é preciso investir na plataforma de publicidade: o Facebook Ads.

Uma das vantagens de se anunciar no Facebook Ads é a segmentação criteriosa e a possibilidade de ser bem ASSERTIVA. Lá, existem muitos recursos avançados que devem ser utilizados para aumentar o ROI (Retorno De Investimento) das campanhas. Há a possibilidade de subir com uma lista de e-mails, por exemplo, para que o Facebook encontre essas pessoas e exiba o ANÚNCIO apenas para elas.  

Também é possível criar anúncios para as pessoas que visitaram o site recentemente ou até mesmo para os CONSUMIDORES que fazem aniversário nos próximos dias. São bem amplas as opções.

Totalmente na contramão do que ocorre com o bom e velho marketing tradicional, no AMBIENTE ONLINE o custo das ações pode ser bem mais acessível. No caso do Facebook, é possível criar anúncios investindo somente com R$ 5,00 por dia. Também dá para segmentar consumidores que ainda não estão na fase da decisão de compra.

Outra boa em investir nessa opção, é a OPORTUNIDADE que a empresa tem de gerar leads dentro do Facebook.

Com o formato “geração de cadastro” é possível disponibilizar um material rico (e-book, infográfico etc.) para as pessoas baixarem e enviarem os seus CONTATOS com apenas alguns cliques, sem precisarem sair da rede e ir para uma página de captura preencher um formulário enorme, o que às vezes, custa aquele lead que poderia por exemplo, se tornar um aluno em POTENCIAL, mas por ter tantas camadas serem alcançadas, pode vir a desistir.

Um dos principais erros de quem investe muito no Facebook Ads, é focar apenas na rede social e abandonar os canais da marca. O site, é um exemplo de um ativo IMPORTANTE que precisa ser bem cuidado e minuciosamente monitorado com frequência. Mais importante do que ter audiência no Facebook, é direcioná-la para a “casa própria”.

Então, melhor é escolher formatos de anúncios que gerem TRÁFEGO para o site e não apenas curtidas para a página. Contudo, deve-se lembrar, que o número de concorrência entre as marcas dentro da rede é cada vez maior. E no Facebook Ads não dá para mostrar os anúncios de acordo com as palavras-chave digitadas pelo usuário, o que, impossibilita IDENTIFICAR o interesse do público.

Então, caro amigo, para captar a atenção do seu público é necessário ter ainda mais RELEVÂNCIA e uma SEGMENTAÇÃO bem atenciosa.
O fato é que ambas as possibilidades, Google Ads e Facebook Ads, são bem eficientes, mas agem em estágios diferentes da JORNADA DE COMPRA.

Portanto, o recomendado é unir as duas estratégias para garantir que o público seja ALCANÇADO em todas as fase que ele estiver, antes da tão desejada compra.

Ao planejar suas ações de marketing digital, não deixe de ponderar, junto a sua equipe, outras soluções de Ads.

OBSERVE e veja todas as possibilidades como Facebook, o Google, e todas as opções dentro dele, como a rede de display e o YouTube Ads, por exemplo, que possibilita atuar de forma estratégica em todos os pontos de contato que o consumidor está, alcançando seu público em diferentes fases.

E aí, conseguiu ver qual se encaixa melhor ao seu modelo de negócio, ou será que não é bom avaliar e ter em mente que abranger sua rede de POSSIBILIDADES de retorno pode ser um bom investimento?

Por que você deveria começar a captar Leads?

Por que você deveria começar a captar Leads?

Uma coisa que todo mundo quer hoje em dia é colocar a sua marca sob os holofotes, principalmente dos seus potenciais clientes, sem gastar tanto assim com propaganda e marketing.

No entanto, não há nenhuma fórmula mágica para conseguir isso a curto prazo (e se alguém te prometer isso, desconfie!), ainda assim há algumas estratégias que podem te ajudar a economizar uma grana com marketing e etc.

A principal dessas estratégias é a captação de leads, ou seja, captar possíveis contatos de clientes potencialmente interessados em seu negócio.

OK, mas como isso funciona, afinal?!

Sabe aqueles blogs ou sites que pulam um popup na sua frente pedindo para: se cadastrar na newsletter, ficar ligado nas novidades da empresa ou deixando o seu “melhor e-mail” para receber novidades?!

Esses pop ups ou campos de cadastro são parte de uma estratégia de captação de leads (ou clientes em potencial) para trabalhar com remarketing desses contatinhos.

Ainda não respondi suas dúvidas, eu sei… Você ainda está se perguntando como isso funciona exatamente.

Vamos lá!

Através da captação de leads, por mais simples que ela seja, você pode trabalhar com e-mail marketing, marketing de conteúdo, prospecção ativa e outbound marketing.

Isso só para mencionar as técnicas mais utilizadas pelos especialistas de marketing.

O que eu preciso ter para captar meus leads?

Primeiro você vai precisar ter um site ou uma página de vendas para vender seus serviços ou produtos.

Alguns e-commerces já oferecem esse serviço dentro da plataforma deles, mas no mercado EAD isso ainda é muito novo e quase inexistente.

Apesar disso, também é possível criar landing pages (páginas de vendas) ou formulários de captação em plataformas que oferecem soluções para gestão de Marketing Digital.

Algumas das plataformas mais usadas no Marketing:

Mailchimp  

Plataforma de gestão de e-mail marketing, nela é possível criar listas de e-mail para disparo de e-mail marketing e campanhas de marketing digital. Também é possível criar landing pages e ads (anúncios) no Mailchimp.

É uma ótima ferramenta gratuita para até 12 mil mensagens para 2 mil contatos.

RD Station

O RD ajuda em toda a gestão de marketing digital da sua empresa.

Ele tem funcionalidades que ajudam a gerar e nutrir leads, além de você poder também criar páginas de conversão, landing pages e enviar e-mail marketing para seus contatos.

O RD é uma das mais completas do mercado, mas também uma das mais caras que eu vou mencionar aqui, o valor da mensalidade fica em torno de R$ 400 e pode chegar à R$ 1800 mais ou menos, dependendo do tamanho do seu negócio.

Apesar disso, a RD oferece uma estrutura bem completa para o marketing digital e ainda conta com um time de especialistas que te ajudam a implementar a ferramenta.

Active Campaing 

O Active também te ajuda na implementação da ferramenta, porém o ponto negativo, para a maioria das pessoas, é que o suporte deles é totalmente em inglês.

Então se você não fala o idioma, pode ser que tenha dificuldades em utilizá-la à princípio.

Apesar disso, não deixa em nada a desejar para outras ferramentas.

No Active você pode qualificar leads, gerar um fluxo de automação, segmentar e-mails e disparar e-mails marketing conforme gatilhos ativados por você.

O valor do Active varia entre 17 – 249 dólares por mês, quanto mais caro o plano, mais funcionalidades ele te oferece.

Essas são algumas das ferramentas que uso ou usei trabalhando nessa área, por isso vou me limitar a falar apenas dessas, mas o blog Resultados Digitais fez uma lista bem completinha sobre esse assunto.

Sugiro também que leia esse texto onde falamos mais sobre leads e funil de vendas.

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui seu comentário que ficarei feliz em te ajudar.

[epico_capture_sc id=”40″]

Como vender cursos online

Como vender cursos online

O sonho de todo professor e produtor de conteúdo é se tornar um campeão de vendas e autoridade na sua área! Porém, por melhor que seja seu curso e por mais que você use a mais completa plataforma de cursos online, se não tiver uma estratégia de marketing adequada e se não souber vender seu conteúdo, de nada vai adiantar. Para isso, é preciso utilizar técnicas e estratégias de marketing e vendas e ter um bom planejamento para que seu projeto saia do papel, alavanque suas vendas e um negócio de sucesso que seja lucrativo. No artigo de hoje trazemos algumas dicas e técnicas simples que qualquer um pode utilizar para vender seus cursos online:

Segmente o seu público-alvo e fique de olho nele!

Para planejar uma estratégia de vendas e marketing eficiente, você precisa saber exatamente qual o seu público-alvo, para quem quer vender os seus cursos e quem deseja alcançar com a sua estratégia. O que é mais indicado nesse caso é criar uma persona e se fazer algumas perguntas antes de iniciar o seu negócio, como “Para quem eu pretendo vender? “, “Qual a faixa etária dessa pessoa?”, “Que tipo de profissão ele(a) exerce?” e, assim por diante. Coloque tudo isso num documento e sempre que precisar retorne e atualize esse documento, com novas personas ou com características que observou no público que está efetivamente comprando o seu curso. Isso é importante para te guiar em suas outras estratégias e para que foque sempre em quem é o seu cliente ou quem quer de fato alcançar.

Monte sua lista de e-mails, trabalhe com captura

O endereço de e-mail, hoje em dia, é o equivalente ao número de telefone do seu cliente, é aquilo que irá te conectar a ele de forma mais fácil. Mas, assim como o telefone, não é todo mundo que está disposto a distribuir o seu e-mail por aí, para “qualquer um”. Com o e-mail do nosso cliente, podemos criar um relacionamento com ele, assim como mostrar para ele a importância do produto/ serviço que oferecemos, através de conteúdos que engajam. A estratégia aqui é utilizar técnicas em que o seu cliente confie em você para utilizar o e-mail de forma sábia! Algumas formas de fazer isso:

  • Deixe claro o que o seu cliente irá ganhar com preenchimento das informações dele
  • Ofereça conteúdos aos seus clientes em troca das informações dele, como ebooks, infográficos, kits, planilhas e informações relevantes para o aprendizado dele.
  • Crie um formulário simples e não peça informações sigilosas, como RG, CPF e afins.
  • Se comprometa em não encher a caixa de entrada do seu cliente com spams e informações irrelevantes, e leve isso MUITO a sério!
  • Utilize Landing Pages que convertem seus possíveis clientes em alunos.

Invista em Marketing Digital e Marketing de Conteúdo

Na era digital, com tantos produtos, serviços e oportunidades online, é impossível se destacar na multidão sem pensar em Marketing! Por isso. nunca se falou tanto em Marketing Digital e Marketing de Conteúdo quanto nos últimos 2/3 anos. Então leia, veja vídeos, estude e aprenda o máximo que puder sobre Marketing Digital, isso certamente irá te ajudar a ver o seu negócio de forma mais inovadora e te deixará a frente da concorrência. Além de ser algo imprescindível para você alavancar as vendas do seu curso. Para você é muito complicado ou não tem tempo de aprender sobre isso? Invista em uma consultoria ou contrate um profissional que tenha os skills necessários para te ajudar a criar uma estratégia voltada para o Marketing Digital.

Construa sua marca e seja autoridade no assunto

Já fizemos um artigo especificamente sobre branding e identidade de marca aqui. Mas vale lembrar que é extremamente importante que você tenha uma marca bem estabelecida e que o seu público te veja como referência no assunto que quer tratar nos seus cursos. Construa uma marca com a qual o seu aluno irá se identificar e que tenha a ver com os conteúdos que deseja transmitir aos seus clientes. Isso denota profissionalismo e te dá mais autoridade no mundo online.

Monte um funil de vendas

O funil de vendas é a jornada que o seu cliente irá traçar, desde o primeiro contato com o seu negócio, quando ele é apenas um visitante do seu site, até ele se tornar um cliente. E como podemos criar esse funil de vendas? Sugiro que antes de mais nada, pesquise um pouco mais sobre o assunto em blogs que são referência na área. Mas basicamente, você precisa identificar quais etapas que seu visitante irá passar para que ele entenda o seu produto/ serviço, veja a utilidade real para a vida dele e sinta a necessidade de aderir a sua ideia.

Funil-de-vendas

Imagem: Resultados Digitais

  • Visitante, é aquela pessoa que acabou de conhecer o seu negócio e está navegando pelo seu site,
  • Lead é aquela pessoa que demonstra um interesse e interage com o seu conteúdo
  • Oportunidades quando o Lead teve bastante interação com o seu site e tem bastante conhecimento do seu serviço ou produto, a equipe de marketing identifica ele como um Lead pronto para a compra, ou uma oportunidade de negócio.
  • Cliente quando essa oportunidade de negócio se concretiza, então, de fato ele vira um cliente e, a partir daqui, essa pessoa passa a ter outra interação com sua empresa.

Trabalhe o senso de urgência no seu aluno

Em Marketing trabalhamos muito com algo chamado senso de urgência, nada mais é que um gatilho para gerar no cliente a sensação de necessidade iminente pelo seu produto ou serviço. E como fazer isso? Ao contrário do que pode parecer, gerar um senso de urgência no seu possível cliente, nada tem a ver com algo falso ou uma técnica “apenas para vender” o seu produto, mas consiste em ressaltar os pontos positivos do seu curso e qual a utilidade real dele para a vida do seu aluno, o que isso irá mudar na vida dele? A partir disso, utilizamos argumentos de que o quanto antes ele adquirir esse serviço ou produto, melhor será para a vida dele ou, em se tratando do mundo de cursos, o quanto antes ele adquirir esse aprendizado melhor será a vida pessoal/profissional dele.

Tire as dúvidas do seu cliente antes da venda

Acredite, um cliente bem informado é um cliente que verá mais facilmente a proposta de valor do seu negócio e, assim, ele se torna um cliente fiel. Quando se trata de educar e tirar dúvidas do seu cliente, nunca é demais! Se coloque à disposição do seu possível aluno desde o primeiro contato com o seu site, deixe informações relevantes sobre o conteúdo do curso e as condições bem claras logo de início, além disso tenha canais de comunicação onde o seu aluno possa perguntar sempre que necessário. Use também um blog ou um ‘Ajuda’ (FAQ) e alimente com respostas às possíveis perguntas dos seus clientes, se antevenha às dúvidas deles, criando assim uma confiança dele no seu curso e no seu negócio como um todo.

Utilize vídeos o máximo que puder

O mundo de vídeos hoje é o mercado que mais cresce no mundo, as pessoas sempre que precisam de ajuda ou saber algo que não tenham conhecimento, recorrem a tutoriais ou vídeos curtos e explicativos na internet. Todas as áreas de uma empresa podem e devem usar vídeos para comunicar com seus clientes, transmitir conhecimentos relevantes para complementar a educação dele ou mesmo fazer demonstrações de um produto ou serviço. Portanto, invista em vídeos tanto para o seu site quanto em vídeo-aulas, mas você pode também explorar formatos como Webinars, Lives e Conferências Online. Isso te ajuda tanto a educar o seu aluno, como também a trazer novos alunos para o seu curso.

Não perca seu cliente, crie um relacionamento com ele

Leva muito mais tempo para ganharmos um cliente que para perdê-lo, além disso, o custo de adquirir um novo cliente é bem mais alto que um cliente que já vê valor no seu serviço e é fiel a você. Mantenha um relacionamento verdadeiro e forte com o seu cliente, pois isso irá te ajudar não só a mantê-lo fiel ao seu negócio e também trará novos clientes através dele. Um cliente satisfeito é o seu melhor e maior vendedor! Aqui vale lembrar, que eles também são a principal métrica para saber se o seu curso é relevante e bom para o mercado, não apenas para um pequeno grupo de pessoas. Portanto, coloque sempre o seu cliente em primeiro lugar! Pegue feedbacks, ouça suas opiniões e aprenda com isso a melhorar a qualidade das suas aulas e cursos como um todo.

Quer saber mais sobre esse tipo de conteúdo?

Confira na prática! 6 passos para vender seus cursos online

A importância de personalizar o seu EAD e porque você precisa disso pra ontem!

A importância de personalizar o seu EAD e porque você precisa disso pra ontem!

O mundo de Educação a distancia está crescendo muito e tem alcançado mais pessoas todos os dias.

Hoje em dia, mais que pensar em EAD como instrumento para educação, é necessário também pensar o seu curso online como um empreendimento, uma marca! E toda marca precisa de algo que chamamos de branding.

Branding nada mais é que o conjunto de ações para que uma marca fique bem posicionada no mercado e faça o coração de seus clientes bater mais forte em relação a sua marca.

Isso envolve desde a aparência do seu site para os seus clientes, até o atendimento dispensado a ele no seu dia-a-dia. São ações que fazem a sua empresa ser o que ela é.

Mas porque a aparência do seu site importa tanto assim?

Ter um site, blog ou qualquer plataforma online para oferecer seus produtos e serviços com uma identidade visual bonita e bem definida, não só traz mais confiança para o seu negócio, mas também te dá mais credibilidade no mercado.

Uma aparência profissional significa que você investe tempo naquilo, não está só oferecendo aulas online para passar um tempo, de forma desleixada, mas isso é o seu negócio e é importante para você.

Pensando nisso, hoje trouxemos algumas dicas de como personalizar o seu site EAD e pensar no seu negócio como uma marca:

  • Defina sua identidade visual!

Assim como o nome da sua marca, o logo, as cores e tipografias que utiliza para construir a sua identidade visual diz muito sobre você.

Para isso, é necessário pensar na imagem que você quer passar aos seus alunos, assim como a mensagem que eles irão receber através do visual da sua página.

Um cuidado a se tomar é quanto a escolha da paleta de cores, que deve ser de cores que combinem entre si e não sejam muito arrojadas, como um tom de vermelho muito berrante, laranja e cores mais quentes.

Quanto mais simplificado o seu logo, mais ele irá contribuir para uma identidade bonita visualmente. Normalmente profissionais de designer usam 2 ou 3 cores análogas ou complementares para um logo bonito, nesse caso o menos é mais.

O indicado é que se não tiver experiência com esse tipo de coisa, o ideal é pedir ajuda de um profissional da área para colocar suas ideias em prática! J

  • Pesquise tendências

Assim como o mercado de cursos, o design e as artes visuais estão em constante mudança, por isso é preciso estar sempre atento as tendências do momento, layouts, tipografias, cores e texturas que estão em alta.

Portanto é importante e essencial sempre estar atento ao que o mercado tem de novo em termos de layout e design.

Além disso, outra dica importante é prestar atenção na usabilidade do seu site, para que o seu aluno sinta como se fosse uma verdadeira experiência navegar pelo seu site/ plataforma.

 

  • Preste atenção na usabilidade do seu site

Usabilidade, UX design, UI são coisas que estão muito em alta hoje em dia, porém são conceitos já não tão novos assim e ajudam o designer a desenvolver um produto que seja simples para o seu cliente.

No caso de sites, blogs e afins isso se aplica da forma como você coloca suas informações na tela para o cliente ou no “caminho” que cria para ele seguir em seu site.

Uma dica essencial não só para pensar em usabilidade, mas também em todos os processos que envolvem um negócio online é sempre pensar como o seu cliente pensaria.

Tente ver o seu site com os olhos do cliente, tente prever dúvidas e questionamentos que o cliente possa ter, para já antever estratégias e soluções para ele.

  • Invista em Marketing Digital

Ter um site com um ótimo visual, como você pode ver, não é tão complexo assim. Apesar disso, não basta apenas ter o visual sem clientes interessados.

Portanto, a dica aqui é para que você invista em Marketing Digital e tudo o que envolve fazer marketing digital, seja SEO, redes sociais, e-mail marketing ou outras ferramentas.

Busque ferramentas que vão colaborar com o seu negócio e ajudar a promove-lo através de estratégias inteligentes e, novamente, procure profissionais qualificados para te ajudar nesse trabalho.

Um bom Marketing faz sua marca crescer e ter clientes mais qualificados para o seu negócio.

  • Invista em uma personalização profissional

Tanto no seu site quanto na sua plataforma EAD é muito importante ter algo só seu, personalizado, com a sua “cara”. Portanto também é muito importante fazer isso de forma profissional.

A dica aqui é que você contrate alguém para personalizar o seu site de forma profissional. Aqui no Maestrus nós oferecemos personalização para o seu site de vendas e para a sua plataforma.

Com a personalização você pode inserir logo, banner, vídeos, colocar botões e qualquer outra personalização que queira, consulte um de nossos consultores para saber mais a respeito dessa personalização.

[epico_capture_sc id=”40″]