Como escolher um domínio para o seu EAD

Como escolher um domínio para o seu EAD

Parte importante do processo de construir sua marca é ter um site e um domínio registrado, no mundo EAD isso não é diferente. Aliás, provavelmente o primeiro passo a dar quando está planejando o seu negócio é justamente escolher um domínio e nome adequado ao seu empreendimento, mesmo porque, já pensou se você escolhe um nome que já está sendo usado por outra empresa?

O domínio influencia bastante na visibilidade e colocação do seu negócio na internet, pois através dele os seus clientes vão te encontrar nos mecanismos de buscas e nas redes sociais, além disso ter um site responsivo e atrativo ao seu público está diretamente ligado ao domínio escolhido para vender seus cursos.

Muitas vezes, as pessoas pensam em um nome que tenha a ver com o negócio ou a marca, mas não se preocupam com a facilidade de memorização do mesmo, praticidade na hora de digitar, assim como com a disponibilidade do domínio antes de comprar.

É por isso, que hoje vamos dar algumas dicas para você escolher um domínio adequado ao seu negócio.

  • Tenha um domínio com significado para sua marca

Antes de mais nada você precisa definir o que é importante para a sua marca e o seu negócio, para isso é preciso ter um nome e desenvolver a filosofia da sua marca em torno disso e vice-versa.

Normalmente o domínio escolhido terá relação direta com o nome da marca e com os produtos ou, no caso de cursos, serviços oferecidos, então esse nome precisa antes de mais nada ter uma relação e significado para você e sua marca. Não basta apenas ser “bonito” ou “interessante” se, no fundo, não tiver nada a ver com os serviços oferecidos ou ao menos remeter as pessoas a esses produtos/ serviços.

  • Verifique se o domínio está disponível

Após definir o nome da sua marca, a primeira providência é verificar se esse nome está disponível e, principalmente, se o domínio que quer utilizar também está disponível. Há quem diga que antes mesmo de definir a sua marca é preciso verificar o domínio, isso com certeza otimizará o seu tempo e te fará descartar logo as ideias que não tem domínio ou nome disponível.

Independente da ordem dos acontecimentos, o que é extremamente necessário é que você seja original e nunca, jamais, em hipótese alguma escolha um nome e domínio já utilizados!

Isso só vai te causar dor de cabeça com relação a plágio, entre outras coisas. Sem contar que escolher um domínio que seja muito parecido com outro, além de não te ajudar em nada com o seu Marketing irá confundir o seu cliente na hora que estiver buscando sua empresa nos mecanismos de busca.

  • Domínio curtos são mais fáceis de memorizar

Já pensou se você tivesse que memorizar um domínio que fosse: empresamaestrusead.com.br?!  Além de ser pouco prático no momento de digitar, muito provavelmente não iria nos encontrar tão facilmente, muito mais decorar o nosso site. Por isso mesmo o mais recomendado é que o seu domínio não ultrapasse 15 caracteres, evite também colocar duas vogais iguais seguidas (ex.: seuuniverso.com), abreviações (dr., dra., phd., prof., etc.) e nunca utilize hifens.

Lembre-se sempre que o seu público precisa ser capaz de memorizar o seu domínio e, novamente, precisa conseguir acha-lo fácil pelos mecanismos de busca ou nas redes sociais.

  • Se antecipe aos erros de digitação e grafia

Às vezes, mesmo com todos os cuidados tomados, o cliente ainda assim pode errar a digitação ou grafia do seu site, portanto se antecipe e preveja possíveis erros e, assim, compre os domínios que contenham esses erros, assim poderá direcionar todos ao seu site oficial.

Ou seja, mesmo quando o seu cliente errar o site, ele ainda assim irá conseguir chegar ao seu destino e você não perderá esse lead!

  • Pense no SEO

Como já falamos em outros posts, o SEO é uma importante ferramenta para que sua marca fique bem posicionada nos rankings de pesquisa e apareça na primeira página do google, pensando nisso, quando for criar um domínio ou subdomínio, pense bem em como ela ficará rankeada no Google, isso é possível seguindo as dicas que já demos e sempre tomando muito cuidado no momento de criar subdomínios em seu site, blog ou possível hiperlinks criados dentro do seu site, mas falaremos melhor disso em outra hora.

  • Pense bem antes de adquirir um domínio gratuito

Registrar um domínio é algo muito barato perto de todos os outros custos e investimentos do seu negócio, é possível registrar um domínio por cerca de R$ 30 por ano! E posso te garantir que será o dinheiro mais bem investido que irá gastar.

Por que? Porque quando você paga para registrar seu domínio ao invés de utilizar um gratuito, isso te dá a chance de comprar os subdomínios e domínios parecidos (com “erros” de grafia, por exemplo), o que impedirá outros negócios de utilizarem o mesmo domínio e, também, te dará a oportunidade de utilizar o seu domínio nos e-mails e outros sites de comunicação, ao invés de uma propaganda de outra marca.

  • Simplifique!

Simplifique o máximo que puder o seu domínio, tente utilizar nomes fáceis de assimilar, memorizar, digitar e, principalmente, de divulgar! Enfim, tudo o que for simplificar ao seu consumidor/ cliente no momento de encontrar o seu site no extenso mundo da internet.

Para ter mais informações sobre a compra de domínio no Brasil, acesse: https://registro.br/

É novo por aqui? Recomendo ler esse artigo sobre por onde começar seu negócio EAD: http://blog.maestrus.com/dicas-de-como-ter-uma-plataforma-ead-economica/

Esperamos com essas dicas ter ajudado a pensar num domínio mais adequado ao seu negócio e ao seu site. Lembre-se -se sempre de procurar uma empresa confiável para registrar o seu domínio e pense sobre o domínio dos seus e-mails também, em breve faremos mais posts como esse, fique ligado aqui no nosso blog 😊

[epico_capture_sc id=”40″]

SEO e Link Building (Construção de Link)

SEO e Link Building (Construção de Link)

Temos falado muito sobre marketing e SEO aqui em nosso blog, e em um dos nossos últimos posts falamos um pouquinho sobre como escolher um domínio apropriado para o seu site. Complementando esse post o assunto de hoje é Link Building ou, traduzindo de forma literal, Construção de link. Mas o que seria o Link Building e o que tem a ver com SEO? Como já explicamos aqui, de maneira superficial e resumida, podemos dizer que SEO é processo de fazer com que sua marca apareça mais nos mecanismos de busca, como o Google, por exemplo. O SEO é uma importante ferramenta de marketing digital e de conteúdo, e é o que define se o seu site ficará em destaque ou não no rankeamento dos buscadores. Depois de configurar o seu site ou blog, com as métricas e palavras-chave corretas, outra coisa que você pode utilizar para que o seu site fique bem posicionamento no ranking, é fazer com que outros sites façam referência ao seu através de links. Ou seja, o link building consiste em fazer com que outros sites da internet forneçam links que retornem para o seu site e, também, criar links que referenciem outros sites. É importante notar, que o Link Building não se faz apenas com quantidade de links, mas também através da qualidade dos mesmos, pois isso, além de ser extremamente relevante para os sites de busca te ranquearem melhor, também é importante para o branding da sua marca. Duas coisas relevantes a se notar quando você cria links para outros sites para que retornem ao seu site são: 1 – se o conteúdo daquele site é relevante para a sua marca e 2 – se o blog ou site que está o seu link é relevante para você, ou em outras palavras, se ele é “grande” no seu mercado. Quando o seu blog é referenciado por sites e blogs com o mesmo nível de importância, ou com mais importância, o seu link “ganha” mais pontos no sistema de ranking e, consequentemente, mais importância. A qualidade do site que o seu link está hospedado, sempre será mais importante que a quantidade de links que você cria. Outra coisa muito importante para a estratégia de SEO da sua marca, é construir links entre páginas do mesmo site e possuir tanto links externos quanto internos. Como não temos a exata dimensão de como o Link Building é usado pelos mecanismos de busca, a melhor maneira de descobrir a melhor estratégia para a sua marca é fazendo testes intensivamente, e verificar o que funciona para a sua empresa e qual das técnicas te dá mais resultado. Apesar disso, especialistas em SEO dão algumas dicas para que você tenha links de qualidade, como:
  • Links no topo da página tem mais peso;
  • Links vindos de texto tem mais qualidade que links de imagens;
  • O texto ao redor do link ter ligação com o link tem maior peso também.
Além desses dois itens, algumas outras coisas também podem ser cruciais no momento de linkar o seu site em outro site, aqui vão algumas dicas:
  • Uma das coisas que pesam bastante para que o seu link tenha valor é o contexto que o seu link está, que deve ser diretamente relacionado ao assunto que você trata em seu site;
  • Algo que também dá bastante peso ao seu link é o texto que aparece juntamente ao link, por exemplo, links com texto escrito “Clique aqui” quase não tem validade para os mecanismos de busca;
  • Tente linkar para uma URL fácil de acessar, que não faça redirecionamentos dentro do seu site;
  • Utilize URLs amigáveis, que sejam curtas, contenham palavras-chaves e, principalmente, que o leitor saiba antes mesmo de clicar, qual assunto trata.
Agora que já deu para entender um pouquinho mais sobre Link Building, a pergunta que fica é: Como fazer link Building de forma eficiente?  Vamos dar mais algumas dicas sobre as principais técnicas para isso a seguir:
  • Tenha conteúdo de qualidade em seu site!
Nesse caso o que indicamos é tentar entender e trabalhar com o marketing de conteúdo, essa é a melhor maneira de criar links de qualidade para o seu site, portanto invista na criação de conteúdos relevantes para o seu público, além de criar links de qualidade, você fará com que ele permaneça mais tempo no seu domínio;
  • Diversifique o seu conteúdo
Hoje em dia, uma das formas mais eficazes de cativar o seu público e tornar ele fiel ao seu blog é utilizar conteúdo multimídia, como: podcasts, vídeos, infográficos, e por aí vai. Isso além de te manter relevante irá possibilitar a criação de mais links para linkar com outros conteúdos seus;
  • Faça Guest Posts
Conheça e faça parcerias com blogs e sites que tenham a ver com o seu tema, assim irá não só conseguir mais público, como também terá outros lugares para linkar o seu conteúdo;
  • Utilize redes sociais
Crie conteúdo para ser compartilhado em redes sociais, seja no seu blog ou mesmo como um Guest em outro blog, o ideal é que o seu conteúdo possa ser facilmente compartilhado nas redes sociais pelo seu público;
  • Atualize sempre seus posts
Atualize o conteúdo do seu blog para que sempre possa utilizar posts linkados aos seus conteúdos antigos. O link building é uma das mais importantes ferramentas para o marketing digital, assim como a escolha correta do seu domínio, pois isso que irá definir o seu posicionamento dentro dos mecanismos de busca. Para o mercado de EAD isso é uma ferramenta importante para alcançar seus alunos e ter mais credibilidade com eles no mundo digital. Nesse caso é importante estudar bastante sobre SEO para que o faça com propriedade e não saia no prejuízo investindo em técnicas sem resultado. Essas foram apenas algumas dicas ou insights sobre esse assunto, que podem te ajudar a consolidar o seu EAD no mercado de cursos online, é importante ressaltar, que por se tratar de uma ciência não exata, é bom que você procure sempre ler bastante e consultar especialistas para te ajudar com o SEO do seu site. Recomendo também a leitura desses dois textos de nosso blog: http://blog.maestrus.com/20-sites-para-aprender-marketing-digital/ http://blog.maestrus.com/seo-para-iniciantes/  Por hoje é só, se você ainda não conhece nossa plataforma EAD, venha nos conhecer e continue ligado no blog! [epico_capture_sc id=”40″]
Dissecando o Vimeo

Dissecando o Vimeo

Muita gente ainda não conhece muito bem essa plataforma e tem muitas dúvidas sobre suas funcionalidades e principais benefícios desse serviço.

Para quem não usa o Upaa. Video, é necessário fazer upload dos seus vídeos em uma plataforma externa, como o Vimeo ou o Youtube, por exemplo.

Porém o que recomendamos é que use o Vimeo, por oferecer mais segurança aos seus vídeos, que outras plataformas do gênero.

Vamos então dissecar todas as funcionalidades do Vimeo e te mostrar os diferentes planos que ele possui, esperamos esclarecer para você qual melhor plano para o seu negócio.

Planos

O Vimeo tem um plano gratuito (Vimeo Basic), que já possui funcionalidades muito boas, são:

  • 500 MB de armazenamento por semana;
  • Proteção com senha;
  • Algumas estatísticas básicas, onde é possível ter acesso ao número de curtidas e visualizações de cada vídeo;
  • Oferece suporte básico para o usuário.

Além do plano básico, o Vimeo tem disponível alguns planos pagos, que possuem mais funcionalidades e, dependendo do seu foco, compensam muito para colocar seus vídeos online.

Abaixo vamos analisar cada um dos planos para te ajudar a escolher o que se encaixa melhor para você:

Vimeo Plus

O Vimeo Plus é o plano mais barato disponível na plataforma!

Por apenas USD 7 (sete dólares) por mês é possível armazenar 5Gb de vídeos semanalmente e mais todos os recursos do plano básico

O Vimeo Plus ainda possui uma configuração de privacidade extra e suporte mais rápido para os usuários.

Principais funcionalidades: 

  • Conversão prioritária de vídeos: seu vídeo passará a frente da fila de conversão para ficar online no Vimeo mais rápido;
  • Privacidade avançada: proteção com senha, com esse recurso é possível também que você escolha os domínios onde serão incorporados os seus vídeos, além disso ainda possui a opção de compartilhamento de links privados;
  • Estatísticas avançadas: com esse recurso é possível ver relatórios completos dos seus vídeos, com gráficos e outras formas de visualizações;
  • Customização avançada: é possível customizar a aparência do player do vídeo e escolher quais links, vídeos e textos aparecem após a reprodução do seu vídeo.

Vimeo Pro

O Vimeo Pro é bem mais sofisticado em relação aos outros planos do Vimeo, com o custo de USD 20 por mês, seus recursos são  mais profissionais e é ideal para quem tem muitos vídeos para colocar online, seu armazenamento semanal é de 20Gb, quase 1 Tb por ano.

Principais funcionalidades:

  • Conversão prioritária de vídeos: seu vídeo passará a frente da fila de conversão para ficar online no Vimeo;
  • Privacidade avançada: além das opções de privacidade que o Basic e Plus possuem, o Pro também possui a função de páginas de revisão privadas;
  • Estatísticas Pro: inclui todos os recursos do Plus e ainda dá a possibilidade de relatórios personalizados e filtros com relatórios de envolvimento;
  • Customização Profissional: com essa funcionalidade você personaliza o player do seu vídeo e escolhe quais links, vídeos e textos aparecem após a reprodução, também é possível colocar seu logo no vídeo player;
  • Páginas de revisão de vídeos sem recorte: com esse recurso é possível compartilhar cortes do vídeo com seus clientes/ equipe e adicionar anotações de forma segura;
  • Colaboração em equipe: é possível adicionar até 3 membros na equipe para que eles possam ajudar a gerenciar sua página e vídeos;
  • No Vimeo Pro ainda é possível criar seu portfólio e vender seus vídeos para o mundo inteiro.

Vimeo Business

O Vimeo Business é o plano mais completo e cheio de recursos que os outros planos não possuem, o que mais se destaca é que não tem limite de armazenamento semanal.
Esse plano ainda possui integração com o Google Analytics, te dá a possibilidade de ter uma equipe com até 10 colaboradores, criação de videos na própria plataforma e, o que um dos recursos mais procurados no mundo dos negócios: a possibilidade de geração de leads diretamente na plataforma.
O plano Business é bem exclusivo e indicado para quem trabalha diretamente com vídeos, seu custo mensal é de USD 50.


Como carregar vídeos? 

É bem simples carregar seus vídeos no Vimeo. Após efetuar seu cadastro na plataforma, faça seu login e logo abaixo da sua página inicial terá um botão escrito ‘Carregar um vídeo’, clique.

Na próxima tela aparecerá a opção de escolher o vídeo que deseja carregar, clique em ‘Escolha os arquivos que deseja carregar’ ou escolha um arquivo que esteja no seu serviço de armazenamento nas nuvens.
Também já selecione o tipo de privacidade desejada.

Após selecionar o vídeo em seu computador ou nas nuvens, faça uma descrição detalhada do conteúdo do vídeo, isso é importante para seu vídeo ser localizado no Vimeo.

Depois que o carregamento do seu vídeo for concluído, clique em salvar e logo ele estará pronto para ser visualizado na plataforma.

Para colocar seu vídeo no Maestrus, basta copiar o link do vídeo, entrar na ‘Área Administrativa’ do seu Maestrus:

​​

Criar uma  ‘+ Nova aula’, em ‘Tipo de Conteúdo’ selecione ‘ Vídeo’ e coloque o link em ‘Link do Vídeo’.

​​

Clique em ‘Salvar Conteúdo’. Pronto! Sua vídeo aula já está em nossa plataforma disponível para os seus alunos!

Esperamos ter te ajudado a escolher o melhor plano do Vimeo para o seu negócio, lembrando que o Vimeo é apenas uma das muitas plataformas que oferecem esse serviço.

Depois do Uppa, é a mais indicada para colocar seus cursos online, pois além de ser fácil de utilizar, é extremamente amigável ao nosso sistema e oferece muita segurança aos seus vídeos, evitando o compartilhamento indevido nas redes.

​[epico_capture_sc id=”40″]

Dicas rápidas para gravar vídeos

Dicas rápidas para gravar vídeos

Uma das maiores dúvidas quando pensamos em fazer vídeo aulas é: “Como gravar o meu vídeo? “ São muitos equipamentos, novas tecnologias, que fica difícil escolher a melhor forma de gravar seus vídeos.

Pensando nisso, preparamos esse pequeno texto com dicas rápidas de como gravar seu vídeo com boa qualidade e de forma descomplicada.

Gravando com o smartphone

O modo mais fácil de gravar vídeos hoje em dia é com o seu smartphone. Há uma imensa oferta de modelos no mercado, um mais moderno e potente que o outro, alguns smartphones gravam melhor que uma câmera de entrada, porém não basta ter um smartphone moderno e sofisticado se não souber gravar seus vídeos nele.

Para gravar com o seu smartphone, é preciso ter cuidado com algumas coisas:

  • Configuração

Configure o seu smartphone para a melhor qualidade de gravação possível (HD, full HD, 4k), deixe o ISO dele mais baixo, de acordo com a iluminação do seu ambiente, ajuste o balanço de brancos deixando mais quente ou frio, como preferir, e lembre-se de ajustar o tamanho do quadro para a opção maior (16:9).

  • Grave em modo paisagem

Isso deixará seu vídeo no formato correto para publicar online, quando gravamos com o celular na vertical, nossos vídeos ficam com barras pretas laterais, deixando o seu vídeo esteticamente feio, mas também prejudicando a compreensão dele.

  • Deixe seu aparelho em modo avião

Assim se você receber mensagens ou ligações durante a gravação, o vídeo não será interrompido.

  • Carregue o celular totalmente antes de iniciar seu vídeo

Parece óbvio, mas muitas pessoas esquecem de deixar a bateria completamente carregada e, assim, o celular “morre” bem no meio da sua gravação, já que quando gravamos vídeos a bateria acaba mais rapidamente.

  • Tenha um tripé ou suporte para manter o seu vídeo estável

É muito importante que não grave o vídeo segurando o celular na mão, isso deixará seu vídeo com aparência desleixada e não profissional, por isso recomendamos que compre um tripé ou suporte para celular e o deixe em cima de uma superfície estável.

Configurando sua câmera DSLR

Para gravar vídeos com qualidade profissional não basta uma câmera muito boa ou equipamentos de ultima geração, é preciso também saber configurar para usar a potência máxima desse equipamento.

As configurações ideais para gravar vídeos com uma DSLR de forma profissional são:

  • ISO

O ISO deve sempre ficar no mínimo possível para o ambiente de gravação, quando você deixa o ISO muito alto (geralmente acima de 400/600), sua imagem fica com ruído, perdendo a qualidade.

  • Abertura

A abertura da sua câmera controla a quantidade de luz recebida, assim quanto menor for o F da sua câmera (F 1.6, F 2.0, F 2.5), mais luz entrará na sua imagem, deixando a com uma cara mais profissional.

Normalmente em ambientes fechados isso é crucial entre ter uma imagem nítida e clara e uma imagem de baixa qualidade e escura.

  • Velocidade

Para gravar vídeos, a velocidade do seu obturador deve sempre ficar entre 1/30 e 1/60, isso indica a quantidade de frames por segundo que o seu equipamento irá gravar.

  • Qualidade de gravação

A maioria das câmeras DSLR gravam vídeos com a qualidade HD (720 X 480) e Full HD (1920 X 1080), as câmeras mais modernas e alguns smartphones já tem a possibilidade de gravações em 4k também. O ideal é colocar pelo menos em Full HD para que os seus vídeos tenham a máxima qualidade possível.

  • Balanço de brancos

Assim como os smartphones, a câmera DSLR também tem a possibilidade de ajuste do balanço de brancos, isso permite que você configure sua câmera de acordo com a iluminação e cor do espaço em que irá gravar seu vídeo.

Enquadramento e Estabilidade

Precisamos prestar muita atenção quando gravamos vídeos no enquadramento e estabilidade da imagem. Para vídeos como vídeo aulas, é legal deixar um espaço do lado esquerdo da tela ou então centralizar a pessoa no vídeo, isso faz com que o olhar do espectador se foque no interlocutor. Para estabilizar sua imagem, o ideal é que use sempre um tripé em uma superfície plana e estável, assim seus vídeos não ficarão ‘tremidos’ e ficarão com mais cara de profissional.

Ambiente de gravação

Outra coisa importante para gravar suas aulas é o cuidado com o ambiente que irá gravar seus vídeos, seja na sua sala ou escritório, é muito importante que o ambiente seja bem clean e silencioso, também é preciso atentar para a decoração e iluminação adequada do cômodo.

Coisas importantes para se atentar quanto ao ambiente:

Tenha um ambiente fechado e silencioso

Evite gravar seus vídeos em um horário onde o local que estará gravando ficará movimentado ou barulhento e, de preferência, avise a todos que estará gravando naquele local e horário para não ser incomodado no meio de sua gravação.

Invista em objetos decorativos e cenário

Não deixe apenas uma parede branca no fundo da sua gravação, coloque alguns quadros, se tiver alguma mesa ou prateleiras que possa utilizar de fundo, coloque livros, objetos de arte e decorativos para preencher o espaço, fica muito mais bonito no vídeo e seu vídeo chamará mais atenção pelo profissionalismo.

Iluminação

É importante frisar que o seu ambiente precisa ter luz, seja artificial ou natural, quanto mais iluminado seu ambiente, melhor será a compreensão dos seus conteúdos, um vídeo escuro revela falta de profissionalismo e um certo desleixo, sem contar que atrapalha a compreensão dos seus vídeos.

Iluminação é muito importante, um vídeo bem iluminado fica com uma aparência mais profissional, mesmo que não tenha investido tanto assim para fazer o seu vídeo. Invista em luzes de fundo, alguma luz mais amarelada para fazer um contra ponto e também num difusor para utilizar para deixar menos sombras no seu personagem.

Cuidado com o áudio

Assim como a iluminação, a captação do seu áudio é essencial para que os seus vídeos fiquem com uma qualidade profissional, um áudio com ruído, muito baixo ou distorcido, pode colocar todo o seu trabalho a perder,  principalmente porque isso impede a correta compreensão do seu vídeo.

Para gravar um áudio com excelente qualidade, é preciso notar algumas coisas importantes:

  • Grave num ambiente controlado, livre de ruídos externos;
  • Utilize um aparelho diferente do que está gravando a imagem para gravar o áudio. Normalmente câmeras e celulares não gravam áudio com muita qualidade, portanto o ideal é gravar o áudio utilizando um gravador ou outro celular para captar seu áudio, isso deixará o som com mais qualidade e mais claro para o seu público;
  • Utilize um programa para editar seu áudio e tire ruídos e eventuais barulhos do fundo, porém sem distorcer o som.

Screencast e outras formas de gravar vídeos

Há outras formas de gravar seu vídeo, sem necessariamente usar uma câmera, um jeito muito prático e barato são os screencasts, que são softwares que capturam a sua tela ou mesmo a imagem da sua webcam. Com os screencasts é possível que a pessoa veja a tela do seu computador, assim você pode gravar tutoriais, slides ou até mesmo entrevistas ou aulas através de programas com videoconferência.

Os softwares mais práticos e fáceis de encontrar são: Camstudio, Camtasia, Collaaj

Esperamos ter te ajudado a encontrar um jeito fácil e prático de gravar suas vídeo aulas, em breve lançaremos um ebook com mais informações sobre esse assunto, fique ligado nas próximas postagens.

[epico_capture_sc id=”40″]

Integração Maestrus e Monetizze

Integração Maestrus e Monetizze

Esse tutorial irá ensinar como fazer a mais nova integração: Maestrus e Monetizze.

Ao final dessa integração você irá ter uma área de membros completa com Monetizze, com criação de matrículas automáticas e envio de email após cada venda aprovada.

1. Configurando a área de membros com Monetizze

Para configurá-lo é necessário acessar sua conta no Monetizze. No menu superior, vá em Ferramentas > Postback:

Onde:

  • 1) Produto: Todos os produtos
  • 2) Tipo: Postback (server to server)
  • 3) URL: https://sua-instancia-maestrus/ead/pagamentos/notificacao/monetizze/ (Substituir sua-instancia-maestrus, pelo nome da sua instância Maestrus)
  • 4) Eventos: Deixe marcados todos os itens
  • 5) Chave única: Copie para configurar seu Maestrus

Com a chave única copiada em 5, vamos ao seu Maestrus.

2. Configurando seu Maestrus

Entre em: Vendas > Configurações.

Em Método de pagamento padrão escolha Monetizze.

Role até o final da página e coloque em Chave única Monetizze a chave única copiada no item 5 feito anteriormente.

"Figura

Com o curso já criado no Maestrus, agora precisamos criar o mesmo curso no Monetizze.

3. Criando o curso no Monetizze

No Monetizze, vá em Produtos > Novo Produto

Preencha normalmente, mas só atente para esses campos:

  • Formato: Site Membros/Serviços de Assinatura
  • URL da página de venda: A url do curso que está vendendo.

Salve e o produto depois de configurado vai para aprovação.

4. Pegando o ID do curso

Clique no item Produtos. Aparecerá os produtos/cursos criados.

Clique em Editar o Produto:

Figura 3: Monetizze - Produtos

Figura 3: Monetizze – Produtos

Na aba Dados Gerais, pegue a Chave (será utilizada na configuração do curso no Maestrus):

Figura 4: Monetizze - Editar o Produto

Figura 4: Monetizze – Editar o Produto

Na aba URLs, desça até o item Checkout e pegue a URL para divulgação:

Figura 5: Monetizze - URLs

Figura 5: Monetizze – URLs

Tendo essas duas informações em mãos, vamos configurar o curso no Maestrus.

5. Associando Monetizze com o curso no Maestrus

No seu Maestrus, entre no curso que quer configurar com o Monetizze, aba Recursos. Role a página até achar os seguintes campos:

Figura 6: Maestrus - Curso - Aba Recursos

Figura 6: Maestrus – Curso – Aba Recursos

Onde:

  • 6) Chave do produto no monetizze: Preencher com a chave da Figura 4.
  • 7) URL de Venda: Preencher com URL de divulgação da Figura 5.

Assim, configuramos o seu curso para ser vendido pelo Monetizze.

É importante que depois de ter feito o procedimento aqui, que teste uma compra pra verificar se o mesmo está funcionando corretamente. Recomendamos que utilize um email diferente do administrador para simular um aluno comprando.

Caso você tenha algum problema, entre em contato com suporte@maestrus.com. Teremos prazer em te ajudar!