Empreender.

Para muitos, essa palavrinha pode assustar, e muito, sabe…aquele medo do desconhecido.

Aquele momento em que você se vê perdido sobre o que fazer.

Para chegar onde você almeja, você só precisa dar o primeiro passo.

Organize sua mente, trace seus objetivos, mas sempre pense em INOVAR!!

Sim, o mercado sempre tem alta concorrência, dependendo da área que for seu nicho, isso pode ser muito presente.

O que te trás a necessidade de ser inovador, trazer um diferencial.

A primeira coisa a se fazer para poder encontrar o que poderia ser o seu diferencial, é conhecer todas as necessidades do seu público.

O que apenas você, seu produto, podem fazer pelo seu cliente?

Quando não se tem ao certo em que área você vai empreender, o ideal, é que faça-se uma pesquisa sobre os melhores nichos.

Uma frase do livro “PENSE SIMPLES”, do Empreendedor Gustavo Caetano, “Quando se quer alguma coisa que não existe é porque tem demanda e possivelmente um mercado.”

Claro, não existe fórmula mágica para se ter boas ideias de novos negócios, mas o principal fator é não ter medo.

Pois é, pensar fora da caixa.

Para inovar, você precisa pensar em quais problemas você poderia resolver, e não as soluções.

Inovar, não é apenas trazer algo novo ao mercado, você pode também embarcar em algo que acabou de ser lançado.

“Como assim? Aí, estarei copiando!”

Não é bem por aí.

Algo foi lançado, mas você pode mostrar uma forma diferente de ser empregado no dia-a-dia, no trabalho dos seus usuários.

Você estará mostrando uma nova ideia, que pode ser bem apresentada e eficiente para o seu público.

Afinal, há tantas ideias que são apresentadas e mal executadas, que acabam com a credibilidade do produto em si.

Estamos em um momento em que tudo muda muito rapidamente, as tecnologias evoluem a todo instante, pessoas estão cada dia mais buscando novas oportunidades, empreendendo, o mercado está altamente competitivo.

O economista Joseph Schumpeter, em 1950, começou a utilização do termo “EMPREENDEDORISMO”.

E o primeiro uso oficial do termo, foi quando Marco Pólo, tentou estabelecer uma rota comercial para o Oriente a fim de vender as mercadorias de um homem (capitalista). Com isso, Marco Pólo ficou conhecido como “o aventureiro empreendedor”. Correndo riscos físicos e emocionais a fim de vender as mercadorias (DORNELAS, 2008, p.14).

Então, mesmo que empreender não seja nenhuma novidade, sabemos que sempre tem uma nova área, um novo nicho para se atender.

Esse constante crescimento, faz também novas portas aparecerem, basta você focar em encontrar qual delas é a do seu sucesso.